Minha empresa está falindo, e agora? Vou contratar um consultor de empresas

As estatísticas de falência de Micro e Pequenas Empresas são mesmo avassaladoras no Brasil e botam medo em todos os empresários que se encontram em dificuldades de gerir o seu negócio e se está dificuldade empresarial se der no segundo ano de vida da empresa então, o pânico é bem maior, mas calma, não criemos pânico,
. contrate um consultor de empresas e vai ficar tudo bem. Certo?

Errado. É comum em momentos de crise, após meses de negação de que o negócio não vai bem, ouvirmos: é hora de contratar um consultor. Aquele super profissional capaz de resolver todos os seus problemas empresariais. Mas pode ter passado da hora.

Os meses acumulados de prejuízo ou baixa no faturamento, são cruciais para a subexistência da empresa. Sem a inserção de capital é difícil levantar um negócio que está a meses seguidos de prejuízo financeiro e acúmulos de dívidas.

Gerenciar a crise é mesmo um trabalho para um super profissional, contudo é importante saber que quanto antes a empresa começar o planejamento e a reestruturação dos seus processos,
mas chance o trabalho do consultor terá de obter êxito.

Os proprietários de empresas sabem disso, o que eles não sabem é o tamanho do problema, o tamanho do “rombo”, na maior parte dos casos por desconhecer total ou parcialmente os números, os resultados de sua própria empresa. Porém percebem que já não podem fazer retiradas de dinheiro ou que as obrigações estão vencendo e que a “pessoa” do financeiro não está pagando as contas.

A partir desta constatação tomam algumas medidas desesperadas como aumentar o preço dos produtos ou serviço para faturar mais alto, então perdem clientes. Vendem bens ou equipamentos da empresa pra saldar dívidas, então perdem capacidade produtiva. Pedem empréstimo ao banco e sem planejamento, nem tampouco plano de utilização de Capital de Giro, o dinheiro acaba e deixa um passivo maior ainda.

Sem mais opção, contratam um consultor, .que nas primeiras semanas terá que montar o diagnóstico empresarial e mensurar o tamanho do problema, apontar as causas que culminaram no prejuízo e propor soluções. Que poderiam ter mais assertividade se trabalhadas nos primeiros meses de dificuldade.

O melhor momento de se contratar esse profissional é quando as coisas ainda vão bem, mas precisa melhorar. Precisa aumentar o faturamento, precisa aumentar a capacidade produtiva, aumentar a lucratividade e produtividade de pessoas e máquinas, melhorar e desenvolve processos, ampliar negócios.

A atividade desse profissional também consiste em orientar boas práticas de gestão e implementação de controles, indicadores e relatórios que possibilitem ao proprietário conhecer o seu negócio e ter mais poder de decisão, e por vezes, mudar também a cultura organizacional para abrir as portas da mudança e do crescimento.

Fonte: Administradores

Sem Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>